Belas Artes À La Carte traz o melhor do cinema cult por streaming

Com curadoria especializada em clássicos e cults do cinema, Petra Belas Artes lança plataforma de streaming.

Com patrocínio da cerveja Petra e investimento orçado em R$ 2 milhões, o cinema Belas Artes, um dos mais charmosos e tradicionais cinemas de rua de São Paulo dá inicio a uma nova empreitada: é a plataforma Belas Artes À La Carte, que aposta em oferecer filmes que nenhuma outra plataforma de streaming disponibiliza. A ideia, segundo Andre Sturm, é oferecer aqueles filmes clássicos que sumiram depois do fim das locadoras: “Os classicões, com os filmes de Federico Fellini, Bernardo Bertolucci, Ingmar Bergman etc. Aí tem os mais recentes, que acabaram de sair de cartaz e os que mais me instigam, que são os cults, que não são necessariamente de um diretor incrível, não são supercomerciais, mas são legais de ver“, comenta André em entrevista à Ilustrada.

Além de ter como missão democratizar o acesso ao cinema no Brasil, visto que das 5.500 cidades brasileiras apenas 500 tem salas para exibição de longa-metragens, o menu da plataforma conta com diversas categorias inusitadas: “cults incríveis”, “mulheres maravilhosas”, “hahaha”, “para roer as unhas”, “o que todo cinéfilo precisa ver antes de morrer” e “novo no cardápio”, entre várias outras. Outro diferencial da plataforma é oferecer conteúdo mais filtrado, mais próximo ao perfil de quem já é cinéfilo e não quer gastar 20 minutos procurando um bom título para assistir.

Belas Artes À La Carte tem assinatura mensal de R$ 9,90, mas também terá a opção de pagar filme por filme, com preços começando em R$ 4,90.

Você pode degustar do Belas Artes À La Carte clicando aqui.

O DiscoPunisher conversou com os curadores da plataforma, Roberta Ribas, Léo Mendes e Juliana Brito para saber mais sobre o serviço:

DP – Qual é a função do cinema na atualidade?
BAALC: São muitas: entretenimento; válvula de escape; educação; informação; resistência; crítica; etc…

DP – O Brasil tem tido cortes estruturais nas pesquisas acadêmicas, nas mais diversas formas de arte, como música, cinema. O que que pode acontecer para a arte brasileira num governo que mina as potências artísticas e até que ponto a cultura brasileira precisa desse tipo de incentivo para se movimentar e manter um dinamismo criativo?
BAALC: De fato é preocupante a desorganização, cortes e paralisações que estão acontecendo na pasta da cultura. Estamos acompanhando muitas produtoras fechando as portas; aumento do desemprego; filmes atrasando suas produções. Porém, em paralelo viemos de um ótimo ano em premiações internacionais de peso e pelo que se indica, com a mais recente indicação de Marco Dutra e Caetano Gotardo à competição Oficial de Berlim 2020, isso não vai parar. Temos excelentes profissionais capazes de contornar os desafios que virão.

DP – Como surgiu a ideia de criar a plataforma A La Carte?
BAALC: Surgiu de um desejo do nosso diretor de assistir à bons filmes e nunca encontrar nas plataformas disponíveis aqui no Brasil. Além da difícil navegação (procuramos; procuramos; procuramos e nunca encontramos um bom filme e acabamos assistindo algum que já vimos) a qualidade parecia estar cada vez menor e muito focada em séries também, o que não é um problema mas para quem procura filmes de fato fica mais complicado encontrar.

DP – Como funciona a curadoria dos filmes disponibilizados na plataforma?
BAALC: Pensamos em títulos e Diretores que gostaríamos de ter. E então, vamos atrás. Ano passado fui a um Festival de Filmes Clássicos, na França, onde encontrei com diversas e empresas que possuem direitos. Com as listas em mãos, escolhemos o que consideramos mais interessante. Temos três blocos básicos: Clássicos, Cults e Recentes.

Clássicos são os filmes de peso, imperdíveis para qualquer amante de cinema. Os que chamamos de Cults são os filmes de ótima qualidade que acabaram ficando escondidos com essa nova forma de consumir conteúdo e que infelizmente as pessoas não sabem onde e qual filme procurar. E os Recentes que são as produções atuais, fora do eixo comercial-Hollywood, mas também de excelente qualidade.

DP – Quais são os diferenciais dessa plataforma em relação as outras, como HBO Plus, Amazon, Netflix etc?
BAALC: A principal é o conceito de curadoria. O público sabe que no nosso streaming encontrará filmes de qualidade. E que não precisará perder muito tempo procurando. Todos tem uma razão para estar lá. Isso torna a navegação simples e rápida, pois a cada clique há um bom filme.

Também oferecemos mais informação para ajudar a seleção. Retrancas originais para agrupar os títulos; sinopses com uma campo para curiosidades sobre o filme; e vídeos produzidos por nós, chamado POR QUE ASSISTIR? que conta um pouquinho mais do porque vale a pena assistir àquele. Semanalmente incluímos 4 novos títulos, às quintas-feiras como se fossem as estreias nos cinemas. Também semanalmente produzimos o programa SEU CARDÁPIO SEMANAL que é mais um mergulho na história do cinematografia destacando as estreias da semana. Por fim, Nossos valores são acessíveis: Assinatura mensal por apenas R$9,90 (com até duas telas simultâneas) e locação por título a partir de R$4,90.

Por: Ali Prando